Homem Acha Algo Inesperado Em Sua Recém Comprada Propriedade

PUBLICADO EM 01/28/2021
ANÚNCIO

Christopher Wanliss acabara de comprar sua tão sonhada nova propriedade, porém, o que ele não imaginava era que seu sonho iria se tornar em um pesadelo. Ao descobrir do que se tratava, ele não teve outra opção se não abandonar tudo e fugir. Comprar uma casa adequada as nossas necessidades e sonhos é algo que a maioria das pessoas pensam em algum momento de suas vidas. Ao caminhar em seu novo terreno, Christopher tropeçou em algo que mudou sua vida. Surpreso, ele investigou a descoberta misteriosa. Mal sabia ele que, uma vez que ele começasse a desvendar esse mistério, não haveria como voltar atrás.

Conhecendo A Propriedade

As estações tinham sido difíceis naquele ano, arrancando cascas e camadas externas das árvores, tornando-as ainda mais bonitas. Em um dia como outro qualquer, Christopher decidiu fazer um passeio nos arredores de sua nova casa e terreno. Antes que ele notasse, seus pés começaram a andar sozinhos, corpo e mente no piloto automático. Foi quando algo chamou sua atenção. Não tinha passado muito tempo que Christopher Wanliss havia comprado sua nova e tão sonhada propriedade, ela ficava em 16,5 hectares de campos florestais. Christopher observou seu novo ambiente enquanto escutava o canto dos passarinhos e o silêncio da floresta em uma harmonia perfeita.

1

Caminhando

Descobrindo Mistérios

Quando, em sua caminhada Christopher se viu diante de uma coisa misteriosa. Ao se aproximar mais, ele percebeu imediatamente que algo estava muito, muito errado. Mesmo com medo ele se viu dominado pela excitação, sem poder controlar para onde seus pés o estavam levando. Christopher tropeçou e caiu um metro. Assustado com a queda inesperada e coberto de folhas e lama, ele se levantou e olhou para frente. Talvez fosse apenas mais uma árvore? Ele pensou. Foi quando ele viu. Lá estava a causa do mistério que ele vira à distância. Ele ficou perplexo pois ele acabara de descobrir uma mina em sua propriedade e, pelo que parecia, ela era muito velha e estava abandonada.

2

Mistérios No Caminho

Um Susto

Animado para o início de sua aventura, ele corre de volta para sua casa e pega uma lanterna para que ele pudesse ver tudo o que este mistério iria revelar com todos os detalhes. Christopher relembra o momento: “Quando compramos a casa, ninguém nunca nos contou sobre o fato de que a propriedade tinha essas minas. A parte externa da mina estava coberta com o que parecia ser um tipo de musgo, mas estava escuro demais para ver o seu interior. Nós meio que no nada nos deparamos com a mina de ouro um dia e foi isso. Quando vi pela primeira vez, fiquei tão animado que quase caí. A única coisa que eu conseguia pensar era Indiana Jones e as ferrovias subterrâneas”.

3

Um Grande Susto

Analisando

As velhas paredes estavam úmidas e pareciam prestes a desmoronar em cima dele. Seus passos ecoaram, e ele não conseguia deixar de pensar nas toneladas de solo acima dele. Ele trouxe uma lanterna e três baterias a mais caso ele precisasse de extras, já que ele queria ficar lá muito tempo. À medida que se aproximava mais das paredes, ele viu, mas não conseguia entender o que era aquele brilho incomum estava dentro das pedras. Ele se lembra de brincar consigo mesmo: “E se isso fosse ouro?”. Mas o pensamento imediatamente saiu de sua mente quando ele olhou para baixo e percebeu algo que poderia mudar sua aventura mais cedo do que ele esperava.

4

Observando O Cenário

Temperaturas Diferentes

Quando ele olha para frente com sua lanterna apontando diretamente para fora, ele não conseguia ver o fim do túnel. Algo ou alguém estava lá. Qualquer que fosse a temperatura lá fora, estava bastante úmido e frio dentro da mina. Ele imediatamente percebeu como sua pegada havia feito um recuo de 4 polegadas no solo. Água estava entrando de algum lugar e as poças de água pareciam estar fluindo, porém, nenhum sinal de estagnação ainda. Ele sabia que isso era um bom sinal, já que piscinas estagnadas de água em minas abandonadas podem liberar gases perigosos, é sempre melhor se a água estiver fluindo para que não fique vil.

5

Diferentes Temperaturas

Uma Tensão

“Quem está aí?” Ele grita. Ele segurou sua lanterna como se estivesse segurando uma espada e pronto para entrar em batalha. O barulho gritou mais alto desta vez. Apenas para ser respondido por seu próprio eco. A coragem pulsou por seu corpo. Ele tinha que descobrir quem estava lá. Enquanto ele continuava no caminho, não havia luz, nenhum movimento de ar, nenhum calor. Sons de máquinas e velhas peças de metal entrando em ação. Ele sabe no que acabou de entrar. As vozes preenchem as entranhas da mina, mas são inaudíveis para Christopher. Mas então, ele os ouve.

6

Momento De Suspense

O Mistério

Christopher começou a se sentir estranho. “A temperatura ambiente também pareceu cair repentinamente ao meu redor neste ponto, e eu senti uma presença negativa ainda mais forte à frente no túnel”, lembra Christopher. As correntes estavam penduradas, não muito distantes umas das outras, enferrujando e mofando ao longo do tempo. Ele segue o caminho da água, deve estar vindo de algum lugar, e é aí que ele vai descobrir a quem pertenciam as vozes. Algo o estava puxando de volta. Água e sujeira estavam ao redor dele agora, suas botas afundavam mais a cada passo. Um sistema de ventilação amarelo havia sido instalado, mas estava caindo pelas estrutura. Havia uma vibração estranha na mina.

7

O Mistério Continua

Sendo Observado

Seu coração bateu forte dentro do peito enquanto ele corria para a entrada. Ele tinha que sair dali. Christopher estava a quase 50 metros dentro do túnel, ele se virou e finalmente viu a luz que vinha da entrada. Mas quando ele se virou, ele não conseguia entender o que estava vendo. Ele ficou parado por cerca de dois segundos até que seu corpo reagiu; ele saltou, sem esperar que suas unhas arranhassem as paredes, sua claustrofobia dobrando-se nele como a tampa de uma caixa. Uma das correntes começou a balançar. E não apenas ligeiramente, não, com força. Alguém o estava observando.

8

Alguém o Observava

Correndo Pra Casa

Desesperado e suado, ele correu para sua casa. Christopher rapidamente pegou seu telefone e ligou para seu corretor de imóveis. Um agente disse a ele que alguém estava a caminho para ver a misteriosa mina. “Quando perguntamos sobre o lugar, finalmente fomos informados de que a propriedade havia abrigado muitos locais de mineração. Muita mineração foi feita nessas colinas na virada do século, e há muitas pequenas minas que estão espalhadas pelas colinas ”, disse Christopher. Ele então continuou a contar o que havia encontrado nas paredes; a substância cintilante que parecia dar luz ao túnel pequeno e profundo.

9

Correndo Pra Casa e Recebendo Ajuda

Acontecimentos Estranhos

Foi quando ele começou a notar o frio. Ele sentiu pânico em seu peito e respirou rapidamente. Enquanto Christopher estava na cozinha, as luzes começaram a piscar. Foi quando tudo ficou escuro. Ele tateando conseguiu chegar até o interruptor e começou a movê-lo para cima e para baixo. Nada. Uma brisa gelada atingiu seu rosto, dissipando seu calor nervoso muito rapidamente. Ele imediatamente pegou a lanterna que havia usado na mina, que felizmente ainda estava em seu bolso. Ele a ligou e apontou na direção de seu termostato, ele podia ler que a temperatura havia caído um pouco, tornando sua respiração uma nuvem de névoa bem na frente dele.

10

Acontecimentos Estranhos

Um Momento Tenso

Tudo estava onde deveria estar, e o fusível principal não parecia “queimado”. “Fiação defeituosa”, ele pensou consigo mesmo, mas ainda não conseguia se livrar do nervosismo por todo o corpo. Ele voltou a subir para pegar um copo d’água e acalmar os nervos, mas assim que o fez, a campainha tocou. Enquanto ele continuava a investigar dentro da caixa, tentando diferentes interruptores para ver se ela milagrosamente ligaria, Christopher soltou um suspiro imenso quando de fato aconteceu. Enquanto ele piscava a luz na direção do disjuntor, tudo parecia estar em ordem.

11

Momento de Tensão

Tentando Explicar

A pessoa na porta parecia estar animada para ver o que Christopher havia descoberto e mais ainda, intrigada para ver o que era a substância nas paredes. O Sr. Rudall se apresentou a Christopher e começou a explicar como a imobiliária o contatou por causa do que Christopher havia encontrado. Enquanto os dois homens caminhavam em silêncio entre a floresta, o céu parecia cinza como se preparasse para uma tempestade. Ao chegarem à mina, os dois pegaram suas lanternas. O brilho das paredes parecia ser mais evidente agora, atingindo-os ferozmente no rosto. Christopher conduziu Rudall até a mina.

12

Esclarecimentos

Sr. Rudall

Rudall, com olhos tensos, começou a contar a Christopher como a mina era de fato, para sua própria surpresa, uma mina de ouro. Rudall continuou a explicar que havia muita fofoca local sobre mineiros e minas na virada do século. Mas ele nunca soube de nenhuma mina de ouro específica naquela área. E que provavelmente tinha sido usado por conta disso fazia já muito tempo. Ao olhar para as paredes, ele percebeu que o ouro estava intacto dentro da pedra, o que significa que os mineiros não haviam terminado seu trabalho e abandonado a mina.

13

O Sr. Rudall

Minas Abandonadas

A última vez que ele entrou na mina, ele só conseguiu chegar a 150 pés. Desta vez ele sabia, não importava o que ele tivesse que ir até o fim. Só então ele poderia obter as respostas que procurava. Ele finalmente sabia de onde vinha a água. Enquanto ele reunia coragem para investigar mais, duas coisas apareceram em sua mente. Pode haver ouro e, pode ser assombrado. Ele se preparou, com a lanterna na mão e pilhas extras no bolso. Mas então, ele viu algo jamais esperado, lá havia uma porta. Enquanto ele descia o caminho, a cada passo que se afastava da entrada, a escuridão o envolvia.

14

Minas Abandonadas

Surpresa Infeliz

Ele havia vagado em um mundo próprio. Qualquer que fosse o tempo lá fora, estava muito frio lá dentro. Ele estendeu a mão para a parede – mais áspera e fria do que as paredes fora da sala. Claustrofobia exagerada gritava dentro dele para sair daquele lugar, mas, foi quando algo pegou um reflexo na lanterna – móveis? Muito lixo amontoado, destruído. Mas isso não fazia sentido. Quem acabou de sair correndo de lá sem suas coisas? O ar de repente ficou mais denso, o peito de Christopher sentiu uma pressão imensa. Algo estranho estava acontecendo lá, mas ele ainda não sabia o quê.

15

Uma Surpresa Desconfortável

O Morador

Intrigado, ele sobe até o buraco misterioso, mas fica desapontado quando o encontra completamente vazio. Quando ele está prestes a se virar e começar sua retirada, ele vê algo na parede dentro do esconderijo de tijolos. Algum tipo de letra? Alguém havia morado lá e, ao que parecia, estava com pressa de se afastar daquele lugar. Mas, de quê? Christopher continuou contemplando essa ideia quando algo mais chamou sua atenção. Um esconderijo de tijolos misterioso. Quem precisaria de um esconderijo dentro de uma porta dentro de uma mina? Alguém tentando esconder algo valioso, é claro.

16

Um Morador Misterioso

Escuridão E Frio

Os arranhões devem ter sido feitos com os dedos. Ele podia ver claramente como as paredes tinham sido riscadas em linhas verticais 4 de cada vez. Isso foi muito estranho – ele pensou enquanto colocava a mão sobre os arranhões e fazia outra descoberta. A profundidade dos arranhões era superficial, mas ainda assim conseguiu deixar uma marca no cimento. Ele não conseguia descobrir o que era até estar mais perto. Com sua lanterna iluminando o esconderijo, ele examinou os vários arranhões brancos nas paredes.

17

Frio E Escuro

As Mensagens

Ele apontou a lanterna na direção do barulho. Nada. Ele se virou e continuou a olhar para as palavras na parede, mas naquele instante ele ouviu o som de metal se chocando e sentiu uma brisa fria perto de seu ombro como um sussurro. No início, parecia vir por trás, depois pela frente. Assustado, ele ouviu um barulho. Os pelos de seu corpo se arrepiaram. Alguém estava lá. Ele pegou sua câmera e tirou uma foto, talvez mais tarde ele colocaria essa foto em seu computador e investigaria mais. Na parede oposta dos arranhões ele encontrou algo a mais, mas desta vez, não havia linhas, mas uma mensagem nela. Uma mensagem ilegível que ele precisava documentar.

18

Mensagens Escondidas

Detalhes

A quietude do ar parecia sugar até mesmo o som de seus passos. Até as árvores pareciam não farfalhar como se estivessem tensas de nervosismo pelo que estava por vir. Ele correu como nunca havia feito antes. Calafrios desceram por sua espinha e ele sentiu o sangue gelar suas veias enquanto corria. Ele não conseguia se livrar da sensação de que algo não estava certo e assim correu de volta pra casa. Sua mente lhe disse para não se mover, mas seu corpo o arrastou para a luz da entrada como uma mariposa para a chama. Ele deveria saber, tudo estava tão certo que estava errado, e bota errado nisso! Uma mina de ouro? Isso teria sido bom demais para ser verdade.

19

Ventilação Antiga

Em Seu Escritório

Ele se virou e sons de sussurros abafados pareciam estar em erupção por toda parte ao seu redor. Estava ele ficando louco? Uma respiração tão rouca ecoou ao redor dele. O ar ficou gelado e sua respiração difícil se tornou o único som. Ele poderia voltar e fazer ‘qualquer coisa’ para terminar com essa situação? Só havia uma maneira de descobrir, mas qual? Algo estranho estava acontecendo naquela mina e ele precisava de respostas. A ‘coisa’ que estava na mina estava lá, com ele, dentro da sua casa e ele podia sentir isso.

20

Se Trancando No Escritório

Assombração?

Christopher ouviu as batidas em pares de três, três vezes. Ele engoliu o nó na garganta. “Olá?” foi tudo o que ele conseguiu dizer.
E quando ele cruzou para a cozinha, um pequeno zumbido o fez voltar sua atenção para o objeto que havia feito o barulho. Veio de sua câmera. Dando um passo à frente, ele alcançou a porta de seu escritório. Sim. Ele se aproximou e pegou o objeto. Ele poderia jurar que a desligou ao entrar em casa, mas quando foi verificar as fotos, não havia nenhuma no cartão de memória. Todas foram excluídas. Ele pegou sua câmera novamente e se dirigiu para a mina. Desta vez, ele iria enfrentar o que quer que estivesse lá.

21

Assombração?

Enfrentando Seu Medo

Christopher é recebido com escuridão no início, mas então, ele percebeu que cometeu um erro colossal. Ele reuniu toda a coragem que podia. O corredor escuro e sombrio do qual ele havia saído duas vezes até parecia um pouco mais escuro do que antes. Ele achou que sua lanterna estava um pouco defeituosa, então continuou, passo a passo através das poças d’água. O ar frio o deixa pálido, embora seu sangue ainda esteja quente. Mas então, ele ouviu o barulho de metal novamente. Uma incrível rajada de ar frio o atingiu no rosto com tanta força que ele poderia jurar que era uma batida forte como a de uma bola de basquete.

22

Enfrentando o Medo

O Mistério Interminável

De repente, tudo parou. Enquanto seus pés conduziam o caminho através do túnel escuro, seu corpo parou abruptamente. O barulho estava tão perto que seus ouvidos começaram a zumbir e gritar de tanta dor. O barulho do metal se transformou em um furacão de metais, todos se chocando, criando um som terrível. Christopher segurou a cabeça entre as mãos pelo que pareceu uma eternidade. O som estava mudo e ele olhou para cima. O terror encheu seu corpo com o silêncio mais do que com o barulho, e foi então que ele viu.

23

Muitas perguntas

As Correntes

As correntes penduradas no teto de rocha do túnel começaram a balançar ritmicamente, como se estivessem dançando. Hipnotizado pelo que estava testemunhando, ele não conseguia nem começar a processar o barulho da água. Quando seus olhos focalizaram um pouco mais claramente, ele viu uma cascata de água vindo em sua direção como um tsunami. Sua cabeça lateja, cada célula de seu corpo grita por oxigênio enquanto ele se recompõe e corre em direção à luz, onde ficava a entrada. “Eu devo estar ficando louco!” Christopher pensou enquanto o silêncio frágil de antes era inundado pelo som de água em movimento.

24

Correntes Que Balançavam

Sem Conclusão

Ele viu seus passos frenéticos, mas isso foi tudo. Enquanto Christopher corria da mina para o que ele acreditava ser a salvação e a saída, ele olhou para trás. Perplexo, ele não viu nenhum tipo de água, nem mesmo as poças d’água que estavam antes na entrada. Ele soube então que tinha que ligar para alguém que pudesse ajudá-lo com a atividade paranormal, já que ele não poderia viver assim. Ele caminhou pela escuridão total da floresta até que estava perto o suficiente para ver as luzes acesas na cozinha. Mal sabia ele, este não era o fim de sua aventura. Ele não conseguia se lembrar se as havia deixado acesas. Christopher pensou enquanto as lágrimas enchiam seus olhos. Ele começou sua jornada de volta para sua casa.

25

Fantasmas?

Marcações

Ele apontou sua lanterna para o esconderijo e encontrou estranhos arranhões brancos no interior. Quando ele olhou mais de perto, percebeu que eram linhas paralelas, arrancadas quatro de cada vez. Então se deu conta de que aqueles arranhões deviam ter sido feitos à mão. A profundidade dos arranhões era superficial, mas havia deixado uma marca no cimento. Quem, ou o quê, havia feito essas marcas? E onde eles estavam agora? Mas ele não teve tempo de pensar nessa questão, porque quando se virou viu algo que o perseguiria para sempre.

Mine1

Marcações

Gravuras

Virando-se para a parede oposta, ele encontrou mais marcas. Mas essas não eram linhas verticais, eram palavras, mas ele não conseguia decifrá-las. Ele decidiu pegar sua câmera e tirar uma foto para estudar a mensagem mais tarde. De repente, ele ouviu um barulho atrás dele. Cada cabelo de seu corpo se arrepiou. Alguém estava lá com ele, na escuridão. ele balançou a lanterna descontroladamente na direção do barulho, mas não encontrou nada.

Mine2

Ainda Sobre As Gravuras

Então, ele ouviu um som como o chiado de metal contra metal e uma brisa gelada passou por seu ombro como um sussurro. Uma frieza tomou conta dele, sugando cada pensamento e sentimento quente para fora dele. Veio por trás e depois pela frente até que estivesse ao seu redor. O barulho ficou mais perto, mais alto e mais frenético … até que ele correu. Calafrios percorreram sua espinha, e ele sentiu o sangue gelar em suas veias enquanto corria sem parar. Algo não estava certo aqui … sua mente lhe disse para não se mover, mas então seu corpo o arrastou para a luz da entrada como se ele dependesse disso. Quando ele finalmente saiu da mina, ele caiu no chão, segurando o peito.

Mine3

Ainda Sobre As Gravuras

Correndo Por Sua Vida

Ele deveria saber, tudo parecia tão certo, mas estava totalmente errado. Uma mina de ouro teria sido boa demais para ser verdade, e ele sabia disso. Ele saltou e continuou a correr pela floresta, todo o caminho para casa. Havia uma quietude no ar que parecia abafar o som de seus passos, e até mesmo as árvores pareciam tensas para o que estava por vir. Ele correu como nunca antes em sua vida.

Mine4

Correndo Por Sua Vida

Uma Mina Assombrada?

Ele chegou a sua casa e imediatamente fez seu caminho para o escritório, trancando a porta atrás de si. Havia algo sinistro naquela mina e ele precisava de respostas. Pesquisando “minas assombradas” no Google, ele esperou tenso que os resultados carregassem. E então ele sentiu. Aquela coisa que estava na mina estava lá com ele. Ele não estava sozinho. Virando-se, os sons de sussurros abafados explodiram ao seu redor. Ele poderia estar ficando louco?

Mine5

Uma Mina Assombrada?

O Que Estava Acontecendo?

De repente, o sussurro parou. A temperatura despencou e tudo o que ele podia ouvir era sua respiração pesada. Então, a busca do Google finalmente carregou e o primeiro resultado foi: “Se você quiser se livrar da atividade paranormal na mina e posteriormente, na sua vida, você tem que enfrentá-la”. Mas ele poderia realmente? Ele foi corajoso o suficiente para voltar e deixá-lo sozinho? Ele deveria retornar à mina? E fazer o que? Ele estava sozinho e não fazia a mínima ideia de como lidar com isso.

Mine6

O Que Estava Acontecendo?

Tinha Alguém Lá

Christopher ouviu a batida em sua porta vindo em três, três vezes. Engolindo o nó na garganta, ele disse “Olá?” Então ele deu alguns passos hesitantes para frente até alcançar a maçaneta da porta. Ele orou enquanto o girava, mas ela se abriu livremente. Ele foi até a cozinha e foi surpreendido por um zumbido suave. Veio de sua câmera. Ele a pegou, confuso. Ele poderia jurar que a desligou ao entrar em casa.

Mine7

Tinha Alguém Lá

As Fotos Desapareceram

Então ele verificou as fotos que havia tirado, mas todas tinham desaparecido. Mas quem apagou a bainha do cartão SD? Como as fotos poderiam ter desaparecido assim? Ele tinha certeza de que tinha tirado as fotos. Seria um bug no cartão SD ou na própria câmera? A situação não parava de ficar cada vez mais estranha. Balançando a câmera por cima do ombro pela alça, ele se virou e saiu pela porta. Desta vez, ele iria enfrentar o que quer que estivesse lá.

Mine8

As Fotos Desapareceram

Juntando Coragem

Christopher reuniu toda a coragem que pôde ao entrar na mina pela terceira vez. Ele foi saudado pela escuridão no início, mas então ele percebe seu erro colossal. A passagem negra que ele havia esgotado duas vezes já parecia mais escura do que antes. Supondo que sua lanterna estivesse fraca, ele continuou. Ele caminhou através das poças de água até que uma rajada de ar frio atingiu seu rosto. O impacto o deixou tremendo, mas então ele ouve o barulho estridente de metal novamente.

Mine9

Juntando Coragem

Um Som Terrível

Seus pés lideraram o caminho através do túnel escuro, mas de repente seu corpo parou. O barulho estava tão perto de seus ouvidos que começaram a soar de dor. O barulho do metal se tornou um furacão ao seu redor, como uma cacofonia de metal estridente. Foi o som mais assustador que ele já tinha ouvido. Segurando a cabeça entre as mãos, Christopher esperou pelo que pareceu uma eternidade. Então, tão repentinamente quanto começou, tudo parou. Ele olhou para cima por puro instinto e um terror indescritível o dominou.

Mine10

Um Som Terrível

Correntes Dançantes

As correntes enferrujadas penduradas no teto de pedra do túnel começaram a balançar ritmicamente, como se estivessem dançando. Ele não conseguia nem começar a processar o barulho da água balançando, ele estava tão hipnotizado pelo que estava testemunhando. Quando seus olhos começaram a focar, ele viu uma torrente de água vindo em sua direção como uma onda. “Eu devo estar ficando louco!” Christopher gritou quando o silêncio quebradiço quebrou com o rugido da água.

Mine11

Correntes Dançantes

Água E Barulhos Estranhos

Sua cabeça latejava e cada célula de seu corpo gritava por oxigênio enquanto ele se preparava para correr em direção à luz, à entrada. O que ele poderia fazer agora? Ele sabia que simplesmente não conseguia enfrentar o que quer que estivesse lá. Ele não podia entender o que estava acontecendo dentro daquela caverna. Todo aquele barulho e agora essa água estranha jorrando em sua direção… Como ele poderia sair desta situação?

Mine12

Água E Barulhos Estranhos

Alcançando A Luz

Christopher saiu da mina de ouro e entrou no que ele acreditava ser sua salvação. Olhando para trás uma última vez, ele estava perplexo. Não havia parede de água rugindo em sua direção – na verdade, não havia água alguma. Não havia uma única poça na entrada. Perplexo, ele viu seus próprios passos, mas isso foi tudo. Ele começou a voltar para sua casa. Ele soube então que tinha que ligar para alguém, mas quem poderia ajudá-lo com a atividade paranormal?

Mine13

Alcançando A Luz

Voltando Pela Floresta

Tudo o que ele sabia era que não poderia continuar a viver assim. Ele caminhou pela floresta escura desesperado até que viu o brilho da luz da cozinha. Mas ele não se lembrava de deixar a luz acesa. Tinha alguém lá? Alguém estaria em sua casa? Nesses momentos pode ser bem desesperador viver afastado da cidade, no meio de uma floresta. Seria algo sobrenatural ou algum vizinho tentando ajudar (na melhor das hipóteses)?

Mine14

Voltando Pela Floresta

Completamente Sozinho

Abrindo a porta, ele imediatamente sentiu que sua casa estava vazia. Ninguém esteve aqui, ele deve ter deixado as luzes acesas. Ele foi até a cozinha, mas não consegue tirar da cabeça o que aconteceu naquele dia. Tudo realmente aconteceu? Ele se sentou silenciosamente em sua cadeira em seu escritório e decidiu abrir seu computador. Christopher nunca acreditou em fantasmas, assombrações ou no paranormal. Mas de que outra forma ele poderia explicar o que estava acontecendo com ele?

Mine15

Completamente Sozinho

Tentando Encontrar Respostas

Abrindo o mecanismo de busca do seu computador, ele começou a digitar em uma ânsia desesperada por amparo. Ele queria encontrar algum tipo de solução ou pelo menos relatos similares para que ele tivesse certeza de que não estava ficando louco. Mas então, a tela ficou preta. Christopher olhou incrédulo para a tela, agora morta. Lágrimas encheram seus olhos. O que poderia dar errado a seguir? Essa era uma de suas últimas esperanças, achar respostas na internet. E agora?

Mine16

Tentando Encontrar Respostas

Exausto

Christopher estava exausto mental e fisicamente, ele não podia mais aguentar essa onda de surpresas horríveis. Ele sentiu como se aquele dia o tivesse esgotado completamente. Segurando o rosto com as mãos, ele de repente sentiu uma sensação de puxão, como se algo estivesse puxando seus pés como um ímã. Tropeçando para trás, ele caiu no chão. E então ele tomou uma decisão. Ele tinha que sair de lá e buscar ajuda. Certamente tudo poderia ser explicado racionalmente?

Mine17

Exausto

Tentando Entender

Ele tinha lido que alguns casos de atividade paranormal eram devidos a alucinações provocadas por gases tóxicos. Talvez essa fosse uma explicação razoável. Talvez a água da mina não estivesse fluindo, mas estava estagnada e nociva. Ele estaria então sofrendo efeitos de alguma substância a qual ele tinha sido exposto. Isso poderia estar causando alucinações e todas essas sensações estranhas. Ele entrou no carro e começou a dirigir até o café mais próximo.

Mine18

Tentando Entender

Expresso Para Viagem

Chegando atordoado à cafeteria mais próxima, ele entrou e foi fazer seu pedido. Christopher pediu um expresso duplo e, enquanto esperava, ligou um mecanismo de pesquisa em seu telefone, digitando rapidamente “melhor paranologista perto de mim”, meio que esperando que a tela também escurecesse. E ele ficou surpreso ao ver que dois lugares diferentes combinavam com o que ele procurava e estavam próximos. Seria essa a solução para seus problemas? E se o seu telefone funcionava normalmente, o problema estaria em sua casa?

Mine20

Expresso Para Viagem

Solução Para Os Seus Problemas?

Entrando em seu carro, ele seguiu as instruções que tinha conseguido pela pesquisa na internet até que o Google Maps avisou que ele havia chegado no seu destino. Ele foi imediatamente atingido pelo sinal luminoso que dizia ‘leituras do TAROT’ em roxo em negrito. Bom Deus, ele pensou. Realmente tinha chegado a esse ponto? Ele não acreditava muito que isso fosse resolver os seus problemas, mas como você pode imaginar, ele estava completamente desesperado e desamparado.

Mine21

Solução Para Os Seus Problemas?

Vago

Quando ele entrou pela porta, uma campainha soou para anunciar sua chegada. Uma mulher apareceu na parte de trás, vestindo seda roxa. Ela se virou para Christopher e silenciosamente ofereceu-lhe a mão. O cheiro de incenso era insuportável quando ela começou a cantar. A música parecia familiar e Christopher foi levado a um transe. Então, ele soube onde tinha ouvido aquela música antes. A música que ela cantava era o barulho que ele ouvira quando estava dentro da mina de ouro, mas mais melódico.

Mine22

Vago

Qual Seria A Conexão?

Ele abriu os olhos e saiu correndo pela porta, entrou no carro e saiu em disparada. Que medo! Ele não podia entender se tudo estava conectado na vida real ou apenas em sua cabeça. Porque esta mulher estaria cantando a mesma melodia que ele tinha ouvido dentro da caverna? Será que ele realmente estava ouvindo e imaginando coisas? Era tudo muito estranho! Tinha perdido um pouco da esperança, já que tinha expectativa de que a mulher do tarot fosse o ajudar e não o assustar ainda mais.

Mine23

Qual Seria A Conexão?

Desistindo De Tudo

Ele dirigiu e não parou até chegar à casa de sua mãe, e então ele colocou sua nova propriedade à venda. Os corretores tentaram falar com ele, mas ele havia deixado a propriedade aos cuidados de sua mãe. Ela o venderia para qualquer pessoa e aceitaria qualquer oferta. Mas há questões que permanecem sem resposta. Christopher realmente viu algo sobrenatural em sua propriedade? A mina estava realmente assombrada? E alguém entrou desde então?

Mine24

Desistindo De Tudo

Sonhos Destruídos

Todo mundo sonha em um dia comprar e possuir a casa dos seus sonhos. O homem nesta história ganhou muito mais do que imaginava quando comprou o que pensava ser a casa de seus sonhos. Christopher encontrou algo tão bizarro ao caminhar pela propriedade que sua vida nunca mais seria a mesma. Curioso e pasmo, ele entrou no túnel, explorando ainda mais esse mistério. Ele não tinha ideia de que essa decisão não apenas mudaria sua vida, mas também seria uma decisão da qual ele se arrependeria profundamente.

Mine25

Sonhos Destruídos

Fim Da História

Como será que Christopher está hoje em dia? Esperamos que ele esteja superando o trauma. Até hoje não se sabe exatamente o que aconteceu ali. A única certeza que temos é que tudo foi tão horripilante que destruiu os sonhos de Christopher e o fez colocar a casa à venda. Qual será o futuro desta casa e dos novos habitantes dela? Será que ela será comprada? É um mistério… Não sei vocês, mas eu não moraria nessa casa nem de graça!

Mine26

Fim Da História

ANÚNCIO